Pesquisar neste blogue...

08 abril 2014

E quando a vida deixa de fazer sentido!!!

NASCER  - CRESCER - MORRER



Crescer não implica simplesmente ficar adulto, é indubitavelmente aprender a cair e se levantar constantemente, saber ler as entrelinhas que a vida nos quer transmitir.

A vida deixa de fazer sentido quando não a conseguimos enfrentar o quão madrasta é conosco quando optamos pelos caminhos errados, assim como nos mostrar que pode ser a melhor "mãe" do mundo quando a ouvimos e conseguimos lê-la na sua plenitude.

O livre arbítrio é uma faca de dois gumes, as nossas opções e escolhas serão aquilo que teremos como consequências exclusivas dos nossos actos e pensamentos.

O próprio indivíduo poderá ser o seu melhor amigo ou o pior inimigo, em que um simples"não" como resposta poderá ser uma das melhores opções a ter em consideração na hora da resposta.

A frieza ou o calor que emana das emoções, poderão estar em dois lados bem distintos e numa balança, conforme as situações, pesar de formas bem distintas. Mas quais das situações na vida usar a frieza ou os sentimentos?

Há que ter o descernimento para saber usá-las da forma mais sensata. No entanto por mais conhecimento que tenhamos na vida para saber reconhecer a escolha certa, por vezes optamos pela errada.

E porque fazer a escolha errada? Quem define o que é o errado ou o certo? Porque somos sempre julgados por tudo o que fazemos mesmo que não tenhamos qualquer razão de optar pelas nossas próprias escolhas?

Na realidade nem conseguimos ser nós mesmos! a sociedade ou a vida não nos deixa, os nossos sonhos são abalados, as nossas vontades ficam limitadas quando nos apercebemos que podemos sonhar tudo e não viver nada do que sonhamos e planeamos!

A questão permanece uma vida inteira, quando pensamos qual o sentido da vida e quais são indiscutivelmente as opções que devemos ter.

Será que optar por ser uma pessoa fria é a melhor opção mesmo? independentemente de qualquer que seja a situação? mas como por na balança cada situação sem ferir susceptibilidades? será que seguir apenas o coração é que nos trará felicidade? ou será apenas uma opção para ser aceite em qualquer grupo que nem fazemos parte daquilo que somos?

Para quê desejar viver ou até mesmo desejar morrer se nem sabemos o sentido que tem a própria vida? que opções tomar quando vemos que ou magoamos alguém ou saímos magoados?

O problema mesmo é quando temos de recuar para levar aquela chapada sem saber que ela vinha, quando dói sem ter sido por opção própria, quando todos os alicerces ficam em ruínas e que tudo o que aprendemos até ao momento deixa de fazer sentido!

Então que sentido faz a vida?

A verdadeira noção de vida é simplesmente vive-la, não basta "saber vive-la", temos mesmo de aceitar vive-la!

Então que fazem os sentimentos no meio de tudo isto? Para saber que agora está a doer ou agora está bom?

O que faz sentido?

by Liliana Dias